February 9, 2015

Suplementos: o que importar?

suplementos importados

E então: vale ou não vale a pena importar suplementos?suplementos importados

Aqui a questão fica complicada por 2 motivos:

  • volume de compra e valor percebido pelo cliente;
  • ANVISA;

Primeiro que temos o exemplo da proteína, em pote de mais de 1kg.

Em frete internacional, quando começamos a tratar de kilos, leia FRETE SUBINDO RÁPIDO. É preciso ficar espeto nessa relação de volume e peso X preço de venda e valor percebido aqui no Brasil.

Como já temos muitas marcas de proteína nacionais, e ela não é vista com tanta diferenciação assim da importada, pode ser algo mais difícil de vender.

Porém, produtos menores, como Jack3d ou termogênicos não chegam a pesar 300g e podem ser vendidos por 2 ou 3x mais do que um pode de +1kg de proteína!

Então nunca de mole nessa análise. Pense antes para não perder dinheiro.

E o segundo grande problema, a ANVISA.

A regulação desses produtos é bem complicada, e a FCA, agência americana, tem algumas decisões com relação a suplementação alimentar bem diferente da Anvisa, agência brasileira.

Por isso, corre o risco da sua importação NEM CHEGAR A ENTRAR NO PAÍS, e voce ainda pode ser responsável por pagar o frete de volta.

NEsse caso, é interessante descobrir antes se existe problemas com a importação do produto. Caso tenha, pense MUITO antes de importar.
Pode ser que nada aconteça, mas se acontecer, será um belo problema para ligar – ou uma bela grana para gastar.

 

Qualquer dúvida, fale com a gente!

Sucesso!

Suplementos: o que importar? 5 out of 5 based on 404 ratings.
 

Mike Mars

Click Here to Leave a Comment Below

Leave a Reply: